Como combater o fotoenvelhecimento?

O sol desempenha um papel muito importante na nossa vida, no entanto a exposição à radiação solar é um dos principais fatores que contribuem para o envelhecimento precoce da pele.

O fotoenvelhecimento traduz-se num conjunto de alterações cutâneas induzidas pelo dano cumulativo da exposição à radiação ultravioleta ao longo do tempo, que pode ser influenciado pelo fototipo (relacionado com a cor da pele, cabelo e olhos), zona geográfica e o nosso estilo de vida perante o sol.  

A pele é constituída por duas camadas, a epiderme (mais externa) e a derme (mais interna).

A radiação ultravioleta do sol pode ser dividida em radiação UVA, UVB e UVC, no entanto a radiação UVC é filtrada pela camada de ozono, pelo que não chega a afetar-nos.

Dentro da radiação ultravioleta que afeta a pele, a radiação UVB é a principal responsável pelas queimaduras solares, enquanto a radiação UVA é a principal responsável pelo fotoenvelhecimento cutâneo uma vez que penetra em maior profundidade na derme, originando modificações nesta camada, causando danos, por exemplo, nas fibras de colagénio e elasticidade da pele, que leva à formação de rugas e torna a textura da pele mais áspera.

As manifestações do fotoenvelhecimento traduzem-se em rugas, perda de elasticidade, alterações pigmentares, como lentigos solares (pequenas manchas castanhas bem delineadas), ou manchas, textura da pele áspera, xerose ou secura e falta de luminosidade.

Desta forma, e uma vez que vivemos num país solarengo, devemos prevenir o fotoenvelhecimento cutâneo, evitando a exposição excessiva ao sol, utilizando roupa protetora e óculos de sol e aplicando diariamente protetor solar.

De facto, o protetor solar não é só um produto utilizado para evitar queimaduras e prevenir o cancro da pele, ele é, também, um excelente anti-rugas, evitando o fotoenvelhecimento cutâneo, quando utilizado regularmente. Assim, este deve ser usado diariamente, não sendo apenas reservado para os dias em que vamos à praia (mesmo no Inverno, acabamos por estar expostos à radiação solar).

Existem já muitos protetores solares no mercado com ingredientes com ação anti-rugas e que atuam na reparação do DNA, conseguindo reverter alguns danos causados pela radiação solar e que podem ser uma ajuda acrescida para uma rotina anti- envelhecimento.  

Além disso, existem inúmeros produtos no mercado que ajudam a combater o fotoenvelhecimento, com antioxidantes, que combatem os radicais livres e atuam nas manchas, retinoides e alfa-hidroxiácidos, que aceleram a renovação celular, promovendo uma aparência mais saudável e jovem.  

 

Share this post

Comments (0)

No comments at this moment